TOUR EM LISBOA: Parte I – Panorâmico de Monsanto

Nos próximos posts eu vou dar dicas dos pontos turísticos mais famosos de Lisboa e como aproveitá-los da melhor forma. Além disso, também vou falar de alguns lugares mais reservados, que não são tão procurados por quem viaja para Portugal a turismo, mas que recomendo imensamente. É justamente o caso da escolha de hoje, o Panorâmico de Monsanto.

Um dos meus lugares preferidos em Lisboa é o Panorâmico de Monsanto, um restaurante que foi construído há quase meio século, mas está abandonado há cerca de uma década. Localizado no Parque Florestal de Monsanto, na estrada da Bela Vista, para chegar ao local através de transporte público deve-se pegar a linha de autocarro (ônibus) 711, que sai do Terreiro do Paço e passa em paragens como a Praça do Comércio, Rossio, Restauradores, Av. Liberdade, Marquês de Pombal, Amoreiras, até chegar no Monsanto. Você consegue acompanhar o trajeto e os horários da linha aqui.

Após a descida na paragem, deve-se fazer um caminho de cerca de 10 minutos a pé, que vale totalmente a caminhada. A paisagem é linda, o local é cercado por uma floresta de vegetação tipicamente europeia e desde a estrada já se tem uma bela vista da cidade. Chegando lá, você consegue explorar a região externa, que por ser completamente abandonada há anos, também tem uma vegetação fofíssima, e uma vista incrível pra quem gosta de arte alternativa. Em sua inauguração, o local contava com desenhos de Chaves da Costa, murais de Luís Dourdil, azulejos de Manuela Madureira e painéis de Querubim Lapa. Hoje, o que predomina além de sua arte inicial, são vários vidros quebrados e grafites espalhados por todo o restaurante – mas não se engane, porque é esse o charme do local.

Apesar de abandonado, o Panorâmico atrai muitos turistas e até mesmo os lisboetas pela sua vista exuberante. De lá, é possível ver desde a região de Benfica, com seu estádio imponente, o belíssimo Aqueduto das Águas Livres e até mesmo o rio Tejo, com a sua ponte 25 de Abril. Para mim, o melhor horário de visita é cerca de uma ou duas horas antes do pôr-do-sol, pois por ser um local alto, a vista do acontecimento é inexplicavelmente linda. Depois que o sol se põe ainda há tempo para admirar a paisagem, mas por questões de segurança, eu recomendo que não se espere ficar totalmente escuro para ir embora. O Panorâmico possui alguns lances de escada e dependendo do horário do dia em que você for, é extremamente escuro por dentro, então vá preparado para usar sua lanterna. E claro, por ser um local abandonado, não existe venda de nenhum tipo de alimentação, água ou nada do tipo.

Memórias do último (e melhor) pôr do sol em Lisboa.

A post shared by Lena (@lenasprofile) on

Foto: Nina Black

#photo #nature #like a #photographer #sky #on #the #top #lisboa #erasmus #erasmuslife

A post shared by Peter Kupi (@peterqpi) on

Espero que tenham gostado da dica e até a próxima!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s